Bolsonaro detalha ações do Governo Federal de enfrentamento ao coronavírus

20 mar 2020

esta quarta-feira (18), o presidente da República, Jair Bolsonaro, liderou entrevista coletiva com ministros de Estado para detalhar como cada pasta está atuando durante a emergência de saúde pública de importância internacional em decorrência do coronavírus (Covid-19). Logo no início do dia, o presidente encaminhou mensagem ao Congresso Nacional pedido de reconhecimento de estado de calamidade pública com efeitos até 31 de dezembro de 2020.

Bolsonaro iniciou a coletiva relatando quando surgiu o “sinal amarelo” para o coronavírus. Destacou que o Governo Federal iniciou os preparos para combater o vírus logo no início dos alertas. “Mesmo sem ter recursos, mesmo sem ter o apelo para que todos os poderes agissem na mesma direção, começamos a nos preparar”, lembrou o presidente.

O presidente externou a preocupação com a situação da pandemia. “O problema está aí. Está batendo à nossa porta. Teremos dias difíceis, dias duros pela frente. Agora, serão menos difíceis se cada um de vocês se preocupar consigo, com seus parentes e amigos. Somente dessa forma, seguindo os preceitos ditados pelo Ministério da Saúde, como medidas básicas de higiene, nós podemos alongar a curva da infecção de modo que o Poder Executivo possa atender aqueles que necessitarem e atendê-los com qualidade. “, asseverou Bolsonaro.

Ele também enalteceu o apoio dos demais poderes. “Mais uma vez, agradeço aos poderes da República pela compreensão e apoio em buscar soluções para atenuar esse problema. Podemos não resolver, não existe vacina, mas podemos atenuar muito com as medidas tomadas por vocês [cidadãos] e atendendo aqueles [pacientes graves] com as medidas adequadas nos hospitais. Pânico não leva a lugar nenhum. É um momento de preocupação, mas devemos evitar que esse clima chegue a nós”, concluiu o presidente da República.

Matéria Completa: Planalto

Share

Benhame - Sociedade de Advogados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Accessibility